... ...

Correr faz mesmo queimar gordura?

A questão coloca-se – Correr faz mesmo queimar gordura? E a resposta segue já de seguida com a devida explicação. Sim e não.

Primeiro que tudo e antes de começarmos a treinar com o foco na queima de massa gorda, devemos primeiro olhar para o nosso plano alimentar, e provavelmente se pretende perder gordura precisa de ajuda no campo nutricional, pois 80% dos resultados de emagrecimento advêm dos nossos hábitos alimentares. Portanto primeiro conselho procurar a ajuda de um profissional credenciado na área e que dê opções e explique (tenham uma opinião crítica, perguntem a razão de vos dizerem para comerem determinado alimento ou não poderem comer). Lembre-se também que deve adotar um estilo de vida saudável e não uma dieta a curto prazo, pois entrará num ciclo constante de dietas e resultados io-io, visto que apenas 5% das pessoas que fazem dietas conseguem atingir e MANTER os resultados.  Portanto evite dietas restritivas que o proíbem de comer determinado grupo de alimentos (por exemplo não comer hidratos de carbono etc) pois para além de não ser saudável pode comprometer a sua saúde a longo prazo.

Portanto partindo do princípio que todos têm um plano alimentar adequado a cada um e aos seus gostos e objetivos vamos passar aos treinos, e vamos começar com corrida que é uma atividade fácil pois não precisa de equipamento extra (apenas uns bons ténis). Nesta área deve também pedir o aconselhamento a um profissional credenciado na área, para este lhe prescrever o melhor plano de corrida para o seu nível de Fitness.

Já sabemos que correr queima gordura, certo?

Segue a explicação. Qualquer atividade que inicie à qual o seu corpo não está habituado, terá uma reação do seu corpo para que este se adapte a esta nova atividade, portanto se não corria e começa a correr e se o faz com uma frequência de 2 ou 3 vezes por semana, nem que seja 30 minutos cada, com certeza que o corpo vai reagir a este novo estímulo. Ou seja adicionamos uma queima calórica semanal de 900kcal (depende do indivíduo e da intensidade com que o faz). Sabemos que para queimar 1kg de gordura temos que queimar cerca de 7000, portanto em cerca de 8 semanas apenas com estes treinos de corrida, matematicamente temos menos 1 kg.

Obviamente há outros fatores a ter em consideração, principalmente a alimentação e a intensidade de cada treino, pois mesmo que no total se percam as mesmas calorias se o treino foi feito com mais intensidade o corpo está mais acelerado e irá perder mais energia no pós treino, acelerando os resultados.

Portanto se já corres provavelmente sabes que tens diferentes tipos de treino na corrida, corrida contínua, fartlek, treino intervalado. Dentro destes ainda se podem dividir alguns mas apenas para simplificar ficam estes, dentro destes os mais intensos e que queimam mais calorias são sem dúvida o fartlek e o treino intervalado, que por ter diferentes intensidades de esforço, podem-se ir a esforço máximos em curtos períodos de tempo. Enquanto que a corrida continua se mantém o mesmo ritmo ao longo do tempo e não há tanta variação de intensidade.

Então, mas afinal correr não queima gordura?

Lembras-te que respondi lá em cima, sim e não? Então segue a explicação para o não e aqui o não apenas se encaixam as pessoas que já treinam ou correm há algum tempo e fazem mais ou menos sempre o mesmo tipo de treino. Portanto nestes casos e para continuar a ver resultados tem que se fazer um trabalho de reforço muscular como musculação, aulas de crossfit, ou localizada, body pump, ou apenas treino com o peso corporal mas com objetivo de aumentar a força e o tónus muscular.

Com o tempo o corpo adapta-se e começa a oferecer resistência na perda de massa gorda, e as tuas células ativas (falo de células musculares) vão também sendo queimadas com o tempo, principalmente se não há reforço muscular. E são estas células musculares que fazem com que tenhas um metabolismo mais ou menos acelerado, consoante tenhas mais ou menos músculo. O metabolismo é a quantidade de energia que o teu corpo precisa apenas para te manter vivo, portanto quanto mais este valor mais fácil será perder gordura, quanto mais massa muscular mais acelerado será o teu metabolismo, e obviamente mais rápido atingirás resultados.

Recomendações

Portanto se estás a iniciar a tua prática desportiva podes correr apenas no início, conta entre 4 a 8 semanas e então depois adiciona o treino muscular. Claro que se tiveres oportunidade e puderes podes iniciar-te com corrida e treino muscular em simultâneo, apenas planeia bem os treinos e os períodos de descanso entre treinos.

Se já treinas há algum tempo e não fazes reforço muscular, inicia-o o quanto antes, se já fazes as 2 coisas e mesmo assim sentes que o teu corpo já não está a responder, tenta perceber se há falta de intensidade nos treinos ou pelo contrário estás a treinar demais e o teu corpo não está a descansar o que precise para assimilar o treino.

Qualquer dúvida, podes contactar através de e-mail ou nas redes sociais.

Bibliografia

– Google pictures

– www.ativo.com

Raquel Madeira

Health Solutions Coach

Empreendedora Digital de Fitness e Personal Trainer

https://raquelmadeira.com/

[email protected]

loading...

Deixar uma resposta