... ...

Como definir objetivos para se tornar um melhor corredor

Mais um ano e de certo as promessas de início de ano novo a nós mesmos começam , as famosas «New Year’s Resolutions», o que é certo é que as esmagadora maioria delas falham logo nos primeiros 30 dias do ano. E porque falham? Porque não conseguimos manter as nossas promessas a nós mesmo, que normalmente são sempre positivas? A resposta é muito simples, porque são objetivos irrealistas e mal configurados, ou porque não encontramos as verdadeiras razões que nos motivam para isso.  Como tal e para que todos nós possamos atingir os nossos objetivos, irei falar de como devemos selecionar os nossos objetivos.

 Como selecionar os objetivos

             Primeiro que tudo podes dividir os objetivos por áreas da vida, que são 12, tais  como: auto-desenvolvimento, trabalho/ carreira, finanças, saúde, contribuição social, relacionamentos amorosos, vida social e amigos, família, casa/ambiente, hobbies/ lazer, equilíbrio emocional e espiritualidade. Provavelmente algumas destas áreas da vida nem tens objetivos, ou nem pensaste muito nisso e é muito provável que os teus objetivos estejam mais direcionados para uma área específica da vida mas é importante saber que a vida é um equilibrio entre todas elas, portanto nem que seja só um objetivo em cada área, mas é importante teres objetivos para todas elas.

Mas como disse e dependendo de qual área da vida é mais importante para ti, provavelmente tens alguns objetivos mais específicos nessa mesma área, o que provavelmente no nosso caso serão mais os nossos objetivos enquanto atleta o que na maioria de nós estará na área- hobbies.

Depois de percebermos como funcionam as áreas da vida e de dividir os obetivos por áreas, aconselho te a escreveres cada área que foi mencionada anteriormente e pensares em algo que gostarias de atingir nessa mesma área, ou de pensares nos objetivos que já tinhas e de os recolocares da devida área.

O primeiro passo esta feito.

Como escrever os objetivos

Primeiro que tudo o objetivo deve ser SMART (inteligente) ou seja cada cada letra tem um significado específico.

S- Specific– o teu objetivo deve ser específico, ou seja deves dizer extamente o que queres. Deves responder as estas 5 questões para teres o objetivo específico. O que é que queres atingir? Porque é que é importante para ti? Quem está envolvido? Qual a sua localização? Que recursos e limitações estão envolvidas?

Por exemplo alguém que queira perder peso deve dizer: «quero perder 5kg de peso, em massa gorda, quero sentir o meu corpo forte e tonificado. Quero aumentar a minha confiança, auto-estima,  para me sentir melhor comigo mesma e ter mais energia para estar cuidar dos meus filhos e ser melhor empresária.

 

M- measurable – o teu objetivo deve ser mensurável, ou seja, deves poder responder ás perguntas, quanto? E como sabes que já o atingiste? Pegando no exemplo anterior, perder peso, não é um objetivo mensurável, deves dizer quero perder 5kg, ou perder 3 cm de cintura ou baixar 1 numero de calças, isto sim são exemplos de objetivos em que sabes quando os atingiste.

  • Achieveble – atingível- como vou chegar ao resultado final? O que tenho que fazer para o atingir? Deves te perguntar se tens os recursos financeiros e o tempo necessário para atingir o tal objetivo.

R- relevant- relevante, este objetivo é importante para ti? Porquê? Vale a pena fazeres isto? É o tempo certo para o fazer, agora? Vou precisar de outros esforços? Está aplicado à minha situação sócio-económica ? O importante aqui é encontrares o teu «porquê» porque quanto mais forte for, quantas mais razões tiveres e partirem genuinamente de ti, mais probabilidade de sucesso terás. Deves fazer uma análise cuidada e introspetiva para encontrares as tuas melhores razões.

T- time-bound- tempo limitado, quando queres ver este objetivo atingido e aqui tens que ser realista, pois como Roma não foi feita num dia, também objetivos não se atingem do dia para a noite. A partir daqui podes começar a planear como vais atingir o teu objetivo. O que vais fazer diariamente, semanalmente, mensalmente. Faz um gráfico, escreve as tarefas e avalia o seu sucesso a cada semana, coloca «baby goals» ou seja objetivos bebe a serem atingidos semanalmente ou mensalmente até atingires «the big one».

A partir de aqui podes começar a trabalhar para eles e a dar o teu melhor diariamente para os atingires.

Lembra-te que podes trabalhar para vários ao mesmo tempo, visto que podes e deves definir objetivos para as diferentes áreas da vida ou podes te focar mais num mas sem te esqueceres das outras áreas. Por exemplo se quiseres atingir aquele objetivo profissional pelo qual ambicionas há tanto tempo, é normal que te foques mais nesse, mas lembra-te que precisas de relações fortes familiares e ou de amizade, pois com esse suporte irá atingir o tão desejado objetivo profissional mais facilmente. Todas as áreas da vida estão relacionadas e precisamos delas todas, mesmo que trabalhemos para aquelas que nos queiramos especializar mais.

Conclusão

Visto que o ano novo já começou há 4 semanas, já devemos estar a trabalhar para os nossos objetivos, no entanto se ainda não os definiste ainda vais a tempo para isso. Lembra-te que o objetivo deve ser SMART mas mais importante pensa no quão relevante ele é para ti. Pensa também em que áreas da vida te queres desenvolver e define os teus objetivos para cada uma delas. Após a definição dos mesmos só falta mesmo fazer o plano para os atingir.

Bibliografia

  • mindtools.com/pages/article/smart-goals.htm

Raquel Madeira

Janeiro  de 2018

[email protected]

www.raquelpersonaltrainer.com

Facebook page e Instagram – Health Solutions Coach Raquel Madeira

loading...

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: