COMPARTILHE

Muitos corredores casuais, por norma não fazem algumas coisas que são fundamentais depois de um treino para terem uma melhor recuperação. O treino e tudo o que envolve o treino como é óbvio é fundamental para se ter uma melhor performance, mas o treino invisível é tão importante ou mais que o próprio treino em si para o organismo. É no pós treino que ocorrem alguns fenómenos dentro do organismo que levam à recuperação, e regeneração muscular.

Por esse motivo, é muito importante que tenha em mente algumas coisas que são fundamentais para a recuperação ser mais efetiva. É importante que se saiba o que se deve e não deve fazer! Como tal de seguida irei lhe apresentar algumas coisas que não deve fazer no pós treino.

Quais os erros a não cometer depois do treino

1 – Não fazer uma refeição depois do treino

Pois é, este é um dos erros mais frequentes que os corredores cometem. Devido à sociedade em que vivemos a falta de tempo é um dos fatores que leva os corredores a não se alimentar depois do treino. Outro dos fatores é a falta de fome depois do treino. Quem treina precisa de se alimentar corretamente, um corpo que sofreu desgaste tem que ser alimentado! Quando o corpo não se alimenta bem o organismo recorre às reservas de energia dos músculos, e ocorre um fenómeno que é o catabolismo muscular, que é a degradação muscular. É um fenómeno que por razões óbvias é mau.

Quais as consequências de não comer depois do treino?

Como já referi anteriormente, um corpo cansado que não se alimenta fica ainda mais cansado. Pode levar mesmo à desorientação e desmaios devido à falta de energia. Pode também levar ao batimento cardíaco irregular devido à perda de eletrólitos e sais minerais que se perdem na transpiração. Por esse motivo a refeição deve ser feita num período de 45 minutos após o treino, que é quando o organismo está mais propicio a receber os nutrientes.

O que deve conter uma refeição pós treino

A refeição pós treino deve ser constituída preferencialmente por proteína de alto valor biológico e hidratos de carbono, para ajudar o seu metabolismo a se recuperar mais rapidamente. Comer fruta nomeadamente bananas é ótimo pois é uma fruta com hidratos de carbono e minerais essências para a recuperação muscular. Alimentos ricos em antioxidantes tais como os frutos vermelhos e frutos secos, são ótimos para bloquear os radicais livres. Têm também um papel fundamental para a recuperação muscular. Um batido proteico (proteína Whey), um ovo com fruta ou frutos secos são uma ótima opção para depois do treino.

2 – Não ingerir alimentos ricos em proteína

Quando se pratica desporto, os músculos são afetados para posteriormente se poderem regenerar e ficar mais fortes. Para isso acontecer é preciso que o organismo tenha proteína disponível. Como consequência o organismo precisa de mais proteína para fazer face às necessidades do aumento da massa muscular. Se não ingerir proteína depois do treino, os músculos não vão ter “combustível” para se reconstruir.  Por consequência acontece a perda de massa muscular e força. Além dos hidratos de carbono recomenda-se a ingestão de proteína de fácil digestão, como as carnes brancas e peixe nas quantidades corretas para satisfazer as necessidades musculares.

3 – Ingerir alimentos ricos em gorduras e açúcar

Depois do treino é normal que se possa cair em tentação de cometer uma “asneira gastronómica”. Mas não o faça, depois do treino como referi no ponto anterior é imperativo que coma bem e saudável. É desse tipo de alimentação que o organismo precisa para se recuperar devidamente, e não de açúcar e gordura.

4 – Não fazer alongamentos depois do treino

Como já referi no inicio do artigo, hoje em dia devido à sociedade frenética em que vivemos os corredores casuais descuram algumas coisas relativamente ao treino por falta de tempo. Uma dessas coisas são os alongamentos depois do treino, não alongar ligeiramente os músculos cansados depois do treino pode mesmo levar a lesões e a uma má recuperação muscular! Por isso mesmo nem que seja só 5 minutos, mas perca algum tempo a fazer alguns exercícios de alongamentos depois de treino.

5 – Não se hidratar corretamente

A hidratação durante o treino é fundamental, mas no pós treino também tem uma influência bastante grande. Durante o treino perdemos muitos sais minerais através da transpiração, e a água por si só não chega para repor os sais perdidos. Se for uma pessoa que transpira muito então a água não é mesmo suficiente. Os sintomas de cansaço extremo depois do treino podem mesmo ser provocados pela falta de açúcar no sangue. Por isso para repor mais rapidamente os sais minerais pode optar por tomar uma bebida isotónica (ricas em sais minerais e hidratos de carbono) depois do treino. Mas acima de tudo é imperativo que se hidrate bastante bem também durante o exercício.

6 – Não descansar depois do treino

Como já é sabido o descanso é fundamental para uma boa recuperação muscular, é durante o sono que ocorrem os fenómenos a nível muscular que levam à sua regeneração. Mas se não sabe fica a saber que não deve ir logo para a cama depois do treino! O organismo depois do treino ainda está com o metabolismo e frequência cardíaca acelerada, logo ainda está a queimar calorias. É imperativo que deixe o organismo “relaxar” totalmente para começar os processos regenerativos. E o não descansar (dormir bem e várias horas) leva a que o organismo não se recupere totalmente para o treino seguinte.

Se já faz algumas destas coisas no pós treino ótimo está no bom caminho, se não faz aconselho vivamente a que o faça pois só desta forma é que terá mais sucesso nos treinos e competições.

Fonte:vidaativa.pt

loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here