... ...

Os 10 mitos mais comuns sobre a corrida

É inegável que o running como é mais chamado agora é um dos desportos mais populares do momento, por várias razões. Milhões de pessoas em todo o mundo já se renderam à corrida, mas também milhões de pessoas ainda têm uma ideia errada sobre alguns mitos criados sobre a corrida. Mas o que é verdadeiro ou falso? De seguida irei dar uma olhada em 10 dos mitos mais comuns criados pelos corredores.

Os 10 mitos mais comuns sobre a corrida

1 – A corrida é prejudicial para os joelhos

Este se calhar é um dos mitos em que mais gente acredita, mas será verdade? A resposta é não! As lesões nos joelhos têm como causa mais frequente o desequilíbrio muscular e fraqueza, por norma os corredores casuais não fazem ou fazem pouco reformo muscular. Logo músculos fracos têm mais propensão a ter lesões. Já escrevi um artigo mais detalhado sobre este mito aqui no blogue!

2 – Deve-se fazer alongamentos antes de correr

A velha maneira de pensar e planear o treino era que, uma vez que os corredores são notoriamente inflexíveis era preciso fazer alongamentos antes de correr. Como é óbvio tudo na vida muda e os métodos de treino também. Está provado cientificamente e hoje em dia é do consenso geral, que os alongamentos antes de correr são prejudiciais. Em vez disso, faça com que seu sangue flua e aqueça os seus músculos com alongamentos dinâmicos. Estes alongamentos ajudam a alongar os músculos e aumentar a amplitude de movimento. Pode ler um artigo detalhado aqui no blogue sobre este mito dos alongamentos.

3 – Os corredores não andam

Para muitos corredores esta é uma ideia impensável, mas há alguns treinadores que incorporam nas sessões de treino pausas em que os atletas apenas andam. Estas pausas a caminhar ajudam numa melhor recuperação, e reduzem o risco de lesão! Como é óbvio este mito e falso!

4 – Só são chamados corredores os que fizerem distâncias grandes

Como é óbvio este mito é falso, não é preciso fazer longas distâncias para ser chamado de corredor e levantar o ego! Independentemente da distância que fizer, será sempre corredor como os outros.

5 – Só é corredor quem tiver uma determinada fisionomia

Como a maioria dos grandes atletas de pelotão são magros, muitas pessoas associam que só as pessoas magras é que são corredoras. Mais uma vez este mito é falso, qualquer pessoa pode ser corredora independentemente da sua fisionomia.

6 – Só é corredor se entrar nas provas de corrida

Não é preciso se inscrever nas competições para ser chamado de corredor, se treina todos os dias é com um objetivo certo? Muitos treinam com o objetivo de se testarem em competição e ver os tempos que realizam, outros treinam e correm simplesmente pelo prazer que sentem na corrida. Independentemente dos objetivos será sempre corredor.

7 – Os corredores não precisam de reforço muscular

Se quer melhorar as suas performances tem que correr cada vez mais certo? Errado! Este infelizmente ainda é o pensamento de muitos corredores, não fazem reforço muscular por várias razões, porque não gostam, porque não têm tempo, ou porque simplesmente não acham necessário. Praticamente todos os grandes atletas de longas distâncias fazem treinos de reforço muscular. Este tipo de treino é fundamental para os músculos aguentarem as “agressividades” das corridas, e para reduzir os desequilíbrios musculares que podem levar a lesões.

8 – Os corredores não precisam de troncos fortes

Como são as pernas que correm a ideia de muitos corredores é que só precisam de ter pernas fortes, este pensamento está como é óbvio errado! Se pensar bem os braços também correm e ajudam na corrida. Quando o cansaço “aperta” não é só nas pernas, os braços também se cansam e desta forma começa a perder a postura e técnica de corrida mais eficiente. Ter uns braços, ombros, e core fortes é fundamental para ter melhor performance na corrida.

9 – Parar por alguns dias vai prejudicar a performance

Muitos corredores têm a ideia de quando param por alguns dias seja porque motivo for, que vão perder a forma e desperdiçar todo o trabalho realizado. Não se preocupe, pois estudos realizados comprovam que só apenas 10 dias depois de inatividade em corredores bem treinados, é que os níveis de VO2 máximo baixam. Por isso se precisar de parar por um ou vários dias pare, não é o fim do mundo!

10 – Os corredores podem comer tudo o que quiserem  

Os corredores têm um gasto energético e calórico muito grande devido à quilometragem que fazem? É verdade, mas não é por isso que têm licença para comer tudo o que lhes apetece! Não vai comer uma feijoada no dia antes da prova, ou outra comida pesada, certifique-se de que come as quantidades necessárias de alimentos ricos em nutrientes. E não exagere!

loading...

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: