... ...

O Que É A Dieta Italiana E Em Que É Que Consiste

Saber comer é expressão de ordem neste momento. Até porque comer não é nada difícil. À nossa volta, existe uma grande variedade de alimentos diferentes, de refeições que confortam o corpo e a alma. Por isso, saber comer é tão importante, pois torna-se difícil escolher no meio de tanta variedade e de saber como manter a forma. Mesmo para quem quer fazer a dieta, a escolha não é fácil. Se não quer abrir mão de boas refeições completas, então, a dieta ideal para si é a italiana. Pode parecer estranho a escolha, já que é na Itália que se encontram algumas das refeições mais famosas do mundo e, supostamente, mais calóricas: massas, pizzas e bom pão. Mas nem sempre as calorias correspondem à realidade e a verdade é que os italianos registam, atualmente, uma das menores taxas de obesidade do mundo. Estranho, não é? É que a dieta italiana dá preferência a uma pirâmide alimentar variada, com muitas vitaminas, sais minerais, óleos com baixo teor de gordura. Todas as misturas feitas na dieta italiana podem corresponder àquilo que se pretende num bom regime alimentar.

O que é a Dieta Italiana

Criada pelo chefe de cozinha, Gino D’Acampo, esta é uma dieta onde conta o que tem no prato e a quantidade que lhe é posta à frente da boca. Nesta dieta, os vegetais estão em primeiro lugar, a par das frutas. São a base da nossa pirâmide alimentar e vão desde os brócolos aos morangos, podendo ser ingeridos diariamente. As massas, o pão e os cereais também estão em primeiro lugar nesta dieta, não estivéssemos nós a falar dos hábitos alimentares italianos. Como estes alimentos são uma grande fonte de energia e de calorias, pode sempre adotar a versão integral e light destes alimentos (as massa integrais são igualmente saborosas e contêm maior quantidade de fibras, sendo digeridas mais rapidamente). Depois, num patamar seguinte, encontramos os ovos e laticínios, as carnes e os peixes (dê sempre preferência às carnes brancas) e algumas leguminosas, que são uma grande fonte de proteína e que podem substituir a carne e o peixe. No topo desta pirâmide alimentar italiana, estão os óleos, as gorduras naturais e os açúcares. No prato, é esta a linha que deve seguir a todas as suas refeições. Se retirar um destes elementos, o seu corpo poderá vir a ressentir-se, de acordo com os seguidores desta dieta alimentar.

O que não pode faltar na despensa de quem segue a dieta italiana? Frutas e Vegetais! Apesar de serem conhecidos pelas massas e pizzas, esses são elementos secundários na dieta italiana. Os vegetais ricos em fibras e vitaminas não só ajudam a emagrecer, como a prevenir diferentes problemas de saúde, como as doenças cardiovasculares, o colesterol e até o cancro. Tomate, alcachofra, uvas, beringelas, alface, figos e frutos secos são os alimentos base da dieta italiana. O azeite é também indispensável nesta dieta. Conhecido pelas suas propriedades antioxidantes e por ser um óleo saudável, o azeite é também a base da dieta italiana.

Como fazer a Dieta Italiana

Quer saber como fazer um dia de dieta italiana? Comece o seu dia com um copo de iogurte magro e a meio da manhã, coma uma maçã e duas tostas integrais. Ao almoço, um filete de peixe com duas batatas regadas com azeite e salada de alface e tomate. Ao lanche, volte a complementar fruta com um iogurte magro. Chega a hora de jantar: uma sopa de legumes e uma salada de tomate e mozarela. Para finalizar o dia, o queijo fresco na ceia é a solução ideal para não ir para a cama com fome. Está pronto para experimentar esta nova dieta?

loading...

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: