... ...

Saiba o Que é a Dieta de South Beach e Em Que É Que Consiste

Mudar de estilo de vida não é fácil, mas torna-se cada vez mais necessário para conseguir ter uma boa forma e para ter saúde, claro. O sedentarismo e o consumo de produtos cheios de açúcar e transformados enchem as prateleiras da nossa dispensa e do nosso frigorífico e por vezes, torna-se difícil resistir às grandes tentações doces e salgadas que encontramos por aí. Mas, tudo isso traz consequências para o seu corpo e para a sua forma, por isso, se calhar está na hora de mudar de vida e de apostar numa nova alimentação. Falamos-lhe de agora uma nova dieta que promete ajudá-lo a perder peso sem ter de perder o melhor da vida: comer.

O que é a Dieta do South Beach

A dieta de South Beach é conhecida há anos, tendo sido criada inicialmente para doentes cardíacos. Ao longo do tempo, o seu criador, Arthur Agatston percebeu que esta dieta servia também para quem pretende emagrecer. É uma dieta bastante popular por não ser demasiado restritiva. O objetivo não é passar fome nem sequer eliminar os hidratos de carbono. Neste regime, você deve poder comer até ficar satisfeito. Só que alguns alimentos entre os hidratos são considerados apropriados e outros são abolidos do seu dia-a-dia durante uma primeira fase desta dieta. Apesar da retirada dos hidratos nesta fase, que dura 2 semanas, a proteína é o elemento principal do seu prato. Nesta fase, onde poderá perder até 6 quilos, não deve comer amido, doces e hidratos como pão, massa, arroz, bolachas, sumos e frutas. E alimentos permitidos? Na área das proteínas, carnes brancas sem pele, peito de peru, cortes magros de carne de vaca e porco e peixe. Entre os vegetais, todas as leguminosas, pepino, beringela, couve-flor, alface, tomate, cogumelos, nozes ou brócolos (não existem grande entraves neste campo). Nos lacticínios, leite, queijo e iogurtes magros.

A segunda fase promete ser menos restritiva, mas a perda de peso será menor, também (cerca de quatro quilos). Dura cerca de quatro semanas e nesta fase já pode ir reintroduzindo, gradualmente, os alimentos proibidos na primeira fase. Os únicos que são proibidos são as frutas em conserva e os sumos de fruta. Como reintroduzir os hidratos e as frutas? Comece por introduzir apenas um hidrato e uma peça de fruta nos primeiros dias. A partir do dia 8 desta segunda fase, introduza dois hidratos e uma fruta. Ao dia 9, dois hidratos e duas frutas. Ao dia 10, três hidratos e duas frutas. Nos dias seguintes, fique-se pelas três frutas e pelos três hidratos. Aqui regressam alguns alimentos proibidos na primeira fase. Nas frutas, reintroduza na sua dieta a maçã, manga, uva, banana, morango, melão, kiwi, pêra ou ameixa. Nos hidratos, pode comer batata-doce, grão, pão, arroz e massa integrais. Coma também ervilhas, cenoura e grão.

A terceira fase desta dieta já não pode ser chamada de regime: será a manutenção do caminho que traçou até agora. Pode comer doces e aproveitar aquelas refeições que tanto gosta, mas sempre contrabalançando com uma alimentação saudável. Tem a facilidade de, sempre que necessitar, repetir uma das duas fases se voltar a ganhar peso. O importante é sentir-se bem e, acima de tudo, saudável.

loading...

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: