Início Dietas Dieta Pegan – O que é e em que consiste

Dieta Pegan – O que é e em que consiste

40
0
COMPARTILHE

Fazer dieta não tem de ser um fim do mundo. Não é fácil mudar de hábitos, é verdade, mas a perseverança e a vontade de mudar de vida e de perder peso deve ser mais forte. Por isso, há que seguir o melhor plano alimentar para obter os melhores resultados. Desta vez, falamos-lhe da dieta Pegan, uma mistura da dieta paleolítica com a dieta vegan, que acaba por se tornar muito saborosa e com resultados comprovados por unir o melhor destas dietas.

O que é a dieta Pegan

Antes de começar, é importante perceber como funcionam cada uma. A Paleo é uma dieta onde não existem comidas processada. Tal como a alimentação dos primeiros homens, esta consiste no consumo de carne, peixe, ovos, verduras e frutas. A vegan opõe-se um pouco a isto, já que proíbe de todo o consumo de qualquer produto de origem animal. Consiste no consumo de frutas, vegetais e cereais. Como podemos combinar estas duas dietas? Pelos seus pontos em comum, já que as duas consistem, sobretudo, no consumo de produtos naturais e em por de lado tudo o que seja demasiado processado, com açúcares, corantes e conservantes. Ao priorizar produtos naturais, muitas calorias ficam pelo caminho, apesar de você continuar a ingerir proteínas, hidratos, vitaminas e outros tipo de nutrientes essenciais para a manutenção do seu organismo.

São várias as mudanças práticas que deve fazer nos seus hábitos normais de alimentação. Primeiro, os ovos devem ser a principal fonte de proteína desta dieta. São ricos em nutrientes e em gorduras boas e, que, ajudam a saciar. Comece o seu dia com dois ovos (da forma que mais gosta) e com o que mais gosta no seu pequeno-almoço. Isto porque a carne deve ser usada como um condimento, ou seja, em pouca quantidade. No seu prato, deve ser apenas um quarto dele. Dê sempre preferência às carnes brancas, devido às gorduras saturadas.

Como deve ser a alimentação?

Mais de 75% da sua alimentação deve ser constituída por vegetais e frutas de baixo nível glicémico, tanto no seu prato como nos lanches. Enquanto no seu prato devem estar os vegetais, no lanche devem estar as frutas. Estes devem servir como snack, para ir distribuindo as calorias ao longo do dia e ir saciando a vontade de comer. Nos primeiros dias, pode ser mais difícil seguir este regime, já que o nosso corpo está habituado aos hidratos para ter esse efeito. Mas com a dieta Pegan, todos os hidratos têm de ser escolhidos, já que o glúten deve ser eliminado da sua alimentação. Os cereais a evitar são o trigo, a cevada e o centeio. A preferir, a quinoa, o arroz selvagem, aveia e o esparguete integral, pois são os cereais com menos teor de glúten. Outro dos alimentos a evitar são os lacticínios, por isso, comece a substituir as bebidas e os iogurtes por produtos de soja e de aveia.

Como pode colocar isto no seu dia-a-dia? Faça no seu pequeno-almoço dois ovos mexidos com tomate. Para o almoço, quinoa com frango grelhado e salada de alface. No lanche, duas peças de frutas e alguns frutos secos que devem ser ingeridos durante a tarde. Ao jantar, uma sopa de legumes frescos, por exemplo. Como vê, esta dieta é muito fácil de pôr em prática, por isso, não será difícil inserir esta dieta na sua vida.

loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here