... ...

Tudo o que os Corredores devem saber sobre o Menisco e as Lesões associadas

Já tenho escrito alguns artigos sobre a importância de ter cuidado com as lesões nos joelhos, e também dei algumas dicas de como os pode proteger. Desta vez vou-lhe falar do menisco, de certeza que muitos já ouviram falar mas não sabem ao certo o que é nem qual a importância que tem na estrutura do joelho. Mas antes de irmos ao menisco temos que perceber um pouco melhor como é o joelho, porque o menisco como é do conhecimento comum fica situado no joelho.

Constituição dos joelhos

O joelho é formado pela união de dois grandes ossos que são o fêmur e a tíbia, e um pequeno osso chamado rútula que fica na frente da articulação e desliza sobre a tróclea femoral durante a flexão e extensão do joelho.

O que é o menisco

Os meniscos são duas pequenas estruturas em cada joelho, em forma de “C”, que atuam como amortecedores de choque e distribuidores de forças de compressão e de torção. Os meniscos são fibrocartílagos (camadas de fibra de cartilagem e fibras de colagénio), que são tipicamente muito resistentes e elásticos, devido à sua forma em “C” são caracterizados como sendo mais espessos na sua periferia que na parte central. Cada um dos  joelhos tem dois meniscos, um no interior e outro no exterior, e estão localizados entre o fêmur (osso da coxa) e a tíbia. A zona periférica (a mais exterior) dos meniscos tem uma maior vascularização (o fluxo sanguíneo é mais elevado) do que na zona central. Como resultado, as superfícies periféricas do menisco têm uma maior capacidade de regeneração que a parte central. A principal função dos meniscos é proporcionar estabilidade ao joelho, distribuir cargas e aliviar o stress dos ossos devido ao peso corporal.

As lesões no menisco

As lesões do menisco geralmente ocorrem como resultado de um movimento de torção ou de um golpe súbito traumático no joelho. Devido às características do funcionamento dos joelhos é raro que as lesões do menisco ocorram devido à corrida. Infelizmente com a idade a vascularização do menisco diminui, por isso a capacidade de regeneração é mais reduzida e os meniscos devido às exigências podem começar a sofrer de sintomas e lesões degenerativas. O desgaste do menisco e a dificuldade de regeneração pode ser um grande problema para os corredores. Ou seja, as pessoas que sofrem de uma lesão meniscal, geralmente relatam uma dor aguda que ocorre quando o joelho se dobra ou faz algum movimento que force o joelho.

Muitos apontam a corrida como a principal causa das lesões nos joelhos e meniscos, isso é um mito e já tive a oportunidade de escrever um artigo sobre esse assunto aqui no blogue. Foi feito um estudo onde foram realizados exames de ressonância magnética nos joelhos de 23 maratonistas (oito homens, quinze mulheres, com treinos de distância média por semana de 41 km),para determinar a existência de sinais de anomalia nos meniscos. Ao comparar os resultados dos exames das ressonâncias magnéticas com pessoas sedentárias, os pesquisadores descobriram que a prevalência de lesões meniscais em corredores de maratona não é maior do que a prevalência relatada para pessoas sedentárias, e os corredores têm a mesma quantidade de degeneração do menisco do que os atletas de outras modalidades.

Por isso mesmo para concluir um pouco o que foi escrito, as lesões nos meniscos não ocorrem por causa da corrida. Mas como é óbvio devemos ter cuidados e fazer algumas coisas preventivas para evitar o desgaste. Pode ler um artigo já publicado aqui no blogue onde dou dicas de como proteger os joelhos, ao proteger os joelhos está também a proteger o menisco.

Fonte: RunFitners

loading...

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: