... ...

Quais os Benefícios do Yoga em Atletas

Atividade física milenar que traz benefícios a todos nós , sejamos atletas ou não, e os benefícios começam desde a parte física mas o mais importante , no meu ponto de vista, vai à parte mental, parte esta que nós seres humanos não treinamos tanto, e refiro-me à parte de acalmar a mente e de controlar o nosso corpo através da mente, a meditação. Um exercicio que parece tão simples mas tão dificil, de estar em silencio e de silenciar a nossa mente de pensamentos, preocupações, stress etc. Mas é possível treinar a nossa mente da mesma forma que treinamos o nosso corpo, e o Yoga tem um papel fundamental neste treino.

Yoga

O que é o Yoga?

Yoga «é a transformação da consciência humana em consciência divina. É uma filosofia prática que permite ao ser humano acordar do seu sono e vivenciar a felicidade permanete que ele é. O seu humano, não percebendo que ele já é felicidade, busca incessante desta felicidade fora de si, nos objetos externos. Mais cedo ou mais tarde, percebe que a causa do seu sofrimento está na limitação da sua mente, e que a felicidade não é encontrada fora, mas em cada momento em que está consigo mesmo, sem desejos, sem pensamentos, em paz.»

A  palavra Yoga vem do sânscrito, da raiz verbal “yuj”, que tem o sentido de “união” e apesar de ser utilizada coloquialmente para se referir a práticas de posturas e exercícios físicos, na sua origem, pouco tem a ver com isso. E sem entender um pouco sobre o seu significado original podemos nos perder sem saber na realidade quantos tipos de yoga existem…

Tipos de Yoga

Atualmente existe um conceito amplo em torno da palavra “Yoga”. Ela pode se referir a prática de posturas, exercícios físicos e meditações das mais diversas. Existe também um senso comum que o “Yoga” tem como resultado saúde, bem-estar, redução de stress e autoconhecimento, mesmo que esse, seja confundido com algum tipo de processo terapêutico. Além do termo yoga ser vago, encontramos ainda diversos “tipos” de yoga, que na verdade, se referem a diferentes atividades para o corpo e a mente, como:

Hatha Yoga – Associado a prática de posturas e exercícios de respiração.Yoga1

Raja Yoga – Relacionado a meditação e práticas de controle mental.

Bhakti Yoga – Associado a devoção, aos rituais, ao canto e a oração.

Karma Yoga – Associado a atitude na ação e aos valores humanos.

YogaDhyana Yoga – Relacionado a meditação, visualizações e contemplação.

Jnana Yoga – Associado ao estudo das escrituras.

Kriya Yoga – Associado ao equilíbrio energético através da prática de mantras em meditação.

Kundalini Yoga – Associado a desobstrução do fluxo energético no corpo.

Yoga

Etc etc etc…

Cada termo por sua vez pode se desdobrar em mais um conjunto de classificações. O próprio haṭha Yoga que se refere genericamente a prática de posturas, se apresenta dividida em vários ramos, cada um associado a um estilo de prática ou uma linhagem de professores como: haṭha clássico, aṣṭanga, vinyāsa, iyengar etc…

Essas classificações surgiram como uma maneira de apresentar um estilo de vida para as pessoas interessadas no autoconhecimento, contudo se a utilização da palavra Yoga já é vaga, os “tipos” de Yoga amplificam a confusão e dão impressão de que temos um “cardápio”de atividades para escolher. São tantos nomes e tantos termos que para quem está de fora fica difícil entender o que realmente é o Yoga.

Se analisarmos as opções apresentadas, retirando os nomes para ser mais objetivo, podemos resumir esse monte de categorias em 5 grupos de atividades: 1 práticas de posturas, 2 práticas devocionais, 3 exercícios de meditação, 4 atitude na ação e 5 estudo das escrituras. As práticas energéticas são apenas combinações específicas de posturas e exercícios de meditação, portanto não se faz necessária a separação das mesmas enquanto atividades.

Yoga

Pode a prática de Yoga melhorar o desempenho dos atletas em competições?

Prática do Yoga proporciona melhor desempenho da respiração, que ajudará na performance e será uma ferramenta para reduzir o estresse e a ansiedade na hora da competição. Uma respiração profunda e relaxada é a base para o relaxamento do atleta

Nicole witek

Poderíamos considerar Yoga como antítese do desporto , mas as duas atividades não se excluem. Por exemplo, o sono é antítese do estado de vigília, um pressupõe e condiciona o outro. No Yoga , toda a atividade mental e física está orientada para o mundo inteiro, tanto físico como psíquico. Não se almeja resultados no mundo externo, não se entra em contacto com a musculatura para que ela fique mais tonificada, mas sim para flexibilizá-la.

O Yoga tonifica o corpo, harmoniza o sistema respiratório, digestivo, nervoso, as glândulas endócrinas, a circulação sanguínea e linfática.

O yoga proporciona o equilibrio integrado do ser humano. Não existe adversário, nem recordes para ultrapassar, não existe competição, nem consigo mesmo.

O yoga proporciona:

  • Melhor desempenho da respiração, que poderá melhorar a performance e será uma ferramenta para reduzir o stress e a ansiedade na hora de competição. Uma respiração relaxada é a base para o relaxamento do atleta.
  • Com os movimentos lentos para «entrar na postura» de Yoga, o atleta desenvolve uma forma diferente de lidar com o corpo, de «mover» a sua atenção para dentro das sensações internas: tanto da musculatura como dos órgãos, afastando-se do conceito limitado do corpo como mecânica, favorecendo assim a integração corpo/mente/ espírito.
  • A prática aumentará a flexibilidade: o treino fisico do atleta leva a musculatura ao extremo da tensão, às vezes chegando até à ruptura. Não importa qual a modalidade desportiva, quer seja corredor ou golfista, um movimento mais amplo, devido a uma maior elasticidade da musculatura, ajudará atingir a perfeição
  • A melhoria do equilibrio graças à incorporação de exercícios de equilibrio o que ajudam a perceber os desequilibrios e a alinhar os segmentos corporais, prevenindo assim o desgaste articular e prevenindo lesões.
  • Esta prática é excelente para atletas , pois a partir do conhecimento da mecânica corporal, entra no caminho do desempenho menta e pessoal, encontrando uma outra dimensão, que faz com ele diga como o Joan Benoit Samuel, maratonista americano que ganhou amedalhe de ouro em 1984 durante as olimpiadas de verão de Los Angeles que diz «Correr é 80% mental». Jim Flick, um dos 100 melhores professores de golfe dos EUA, diz que «O golfe é 90% mental. O outro percentual de 10 é essencialmente..mental».
  • O Yoga aparece como uma opção fantástica para o desempenho físico e ao mesmo tempo para o desempenho mental. É a única disciplina que alia despertar da consciencia física e orgânica , com o despertar da mente e seu treino sistemático.
  • Para realizar esse treino, necessita de dominar as técnicas de relaxamento, condição previa ao treino mental. Mais uma vez o Yoga ensina todas estas técnicas e ainda a prática de visualização.

A Prática da visualização

Hoje a visualização faz parte do treino do atleta. A visualização ou a imaginação guiada, a repetição mental do treino,Yoga o ensaio prévio das competições é ensinado por vários tipos de psicólogos. Mas é importantíssimo repetir que o Yoga acumula milénios de anos de experimentação prática para a auto-realização e se realizar no desporto é uma forma de auto-realização, que requer um treino da atenção e da concentração.

Hoje pesquisas mostram que os comportamentos físicos e psíquicos podem ser melhorados, que a confiança e a performance do atleta podem ser “treinadas”, e que o atleta pode ter controle sobre seu corpo, seus pensamentos e suas emoções, graças às técnicas de visualização.

A mente forte permite ao atleta analisar suas fraquezas e aceder às suas forças. A mente forte permite a redução do medo do fracasso e reforço da confiança em si mesmo. A mente forte permite sustentar pensamentos e emoções positivas, que resultam em um estado propicio ao sucesso.

Novamente: o yoga é “expert” nessas técnicas. Quase tudo que é feito hoje em dia, focando o melhor desempenho do atleta, tem como base as técnicas do Yoga, já experimentadas há milénios.

Um professor de Yoga com boa formação, tem habilidade para ser um excelente coach para o atleta, para acompanhá-lo, tanto no caminho desempenho físico quanto de sua realizações desportistas.

Mesmo em condições de alta exigência e de desempenho constante, é possível controlar o stress

Artes marciais contribuem para o equilíbrio físico, mental, emocional e espiritual

Tai chi chuan combate o stress, melhora a flexibilidade e o autoconhecimento

Meditar reforça auto-estima, traz autoconhecimento e liberta do stress.

Ainda precisa de mais razões para começar a fazer Yoga?

Mesmo assim ainda lhe consigo dar mais algumas razões.

O Yoga tonifica o corpo, harmoniza o sistema respiratório, digestivo, nervoso, as glândulas endócrinas, a circulação sanguínea e linfática.

Benefícios físicos

Atletas de endurance passam a maior parte do seu tempo nos movimentos para frente. Corredores e ciclistas impulsionam seus corpos para a frente através do recrutamento dos flexores da coxa, quadríceps, isquiotibiais, glúteos e abdominais. Nadadores impulsionam seus corpos para a frente através do movimento repetitivo de girar os ombros, utilizando os músculos peitorais, trapézio e grande dorsal e abdominal. A natureza repetitiva desses desportos colocam o corpo em risco de desequilíbrios musculares, o que poderia, eventualmente, resultar em ferimentos. Yoga incentiva um indivíduo para utilizar ambos os grupos musculares superficiais e profundos, resultando em equilíbrio adequado entre força e flexibilidade. Consciência corporal e equilíbrio geral podem melhorar com uma melhor noção de como o corpo está se movendo no espaço, uma habilidade importante para ter uma técnica apropriada em qualquer esporte.

Benefícios mentais

Yoga1Um componente importante tanto para treino quanto para competição, que muitas vezes pode ser esquecido, é o componente mental do desporto. Desportos de resistência exigem uma quantidade incrível de foco, persistência, paciência e adaptabilidade. Um atleta pode estar na melhor forma da sua vida, mas se no dia da corrida a sua cabeça não está, o seu corpo não vai corresponder ao trabalho aplicado. A prática de yoga melhora o foco mental, utilizando tanto a respiração quanto o corpo como âncoras para a mente. O praticante torna-se mais consciente do seus próprios pensamentos a partir do momento em que consegue estar totalmente presente com o seu corpo e respiração. Yoga ensina o indivíduo a manter a calma, o foco a respirar para tudo o que aparecer à sua frente, e os atletas podem certamente levar utilizar estas ferramentas que o yoga ensina nos momentos mais dificéis das suas atrefas físicas.

Especificamente para os atletas é importante encontrar um estilo de Yoga que o incentive a utilizar a força para melhorar a sua flexibilidade. A maneira mais segura para levar o corpo em uma gama mais intensa do movimento é apoiado através da força e / ou poses de yoga adequadas. Atletas em particular, devem apoiar quaisquer alongamentos mais severos com força, já que podem haver desequilíbrios musculares resultantes da natureza repetitiva do desporto.

Em suma, seja praticante ou não de alguma atividade desportiva, tente procurar um local e experimente Yoga, e não se fique só por um, pois como foi mencionado, existem vários tipos e se um tipo não é o seu estilo ou o que procura não quer dizer que Yoga não seja para si. Procure-se e encontre-se num mundo de equilíbrio, respeito e partilha. NAMASTE

Raquel Madeira/ Personal Trainer

[email protected]

www.raquelpersonaltrainer.com

Bibliografia

www.mapofsports.com

loading...

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: