Início Dietas Quais Os Beneficios Da Dieta Volumétrica

Quais Os Beneficios Da Dieta Volumétrica

40
0
COMPARTILHE

A dieta consegue ser uma palavra muito assustadora para muitas das pessoas que têm de seguir este método para perder peso. Mas se o seu medo é passar a comer menos, não precisa de pensar mais assim. Felizmente, já existem dietas em que passar fome não é a sua verdadeira definição. A dieta que lhe permite comer e não passar fome chama-se dieta volumétrica. Não existe há muito tempo, mas tem-se tornado famosa desde que foi criada por Barbara Rolls, nutricionista e na altura, presidente da Associação Norte Americana para o estudo da Obesidade.

Como fazer a Dieta Dieta Volumétrica

A ideia é continuar a comer como dantes, mudando apenas os alimentos que costuma comer. Ou seja, para perder peso, a sua dieta vai consistir numa diminuição de calorias a cada refeição. Alimentos com maior água, maior quantidade de fibras e com menos calorias vão substituir os alimentos que costuma comer diariamente. Para ter uma ideia de como a alimentação pode ser enganadora, saiba que entre os alimentos não processados, os maiores podem ser aqueles que menor densidade calórica têm. E que mais podem ajudar a perder peso. Estima-se que com esta dieta durante quatro semanas, você pode perder até seis quilos.

Distribua as refeições principais do seu dia por seis momentos: três grandes refeições, com o pequeno-almoço, o almoço e o jantar, dois lanches intermédios e uma sobremesa por dia, nunca depois do jantar. Estas refeições devem estar entre as 1600 e as 2000 calorias, mas como saber quais são os alimentos que não podem faltar no seu frigorífico? Frutas e vegetais sem amido são obrigatórios e a essência desta dieta. Se gosta de batata, o melhor é mesmo substituí-la por batata-doce, uma batata sem amido. Nos hidratos, substitua as massas e o arroz pela sua versão integral. Estes devem ser a grande porção do seu prato. De lado e numa versão mais pequena, coma carne, pão, doces e queijo. Se não quer retirar os fritos, as gorduras e os açúcares, saiba que estes devem ser consumidos de uma forma muito reduzida.

Precisa de um exemplo para seguir? Comece o seu pequeno-almoço com uma omelete com vegetais, uma peça de fruta e um copo de leite magro. Coma uma peça de fruta a meio da manhã e ao almoço aposte em uma sopa (abóbora, por exemplo), bife de frango grelhado, arroz integral e salada. Ao lanche, coma um iogurte magro e ao jantar, experimente um pouco de salmão grelhado, salada de espinafre e brócolos. Termine com uma peça de fruta.

Mais um dia de dieta? Comece com papas de aveia com canela e fatias de maçã preparadas com leite magro. A meio da manhã, não pode faltar a peça de fruta. Para o almoço, cozinhe duas colheres de sopa de lentilhas e um bife de vaca grelhado. Não se esqueça da salada, porque não alface desta vez? No lanche da tarde, coma fruta e uma fatia de pão integral. Ao jantar coma sopa, e para matar a fome, prepare um pouco de macarrão com carne grelhada. Termine com fruta para não sentir falta de doce.

Siga estes exemplos a todas as refeições e entenda que o segredo não é passar fome, mas sim, comer melhor.

loading...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here