... ...

Qual a Importância do Core no Atleta

Atualmente muito se fala no core e na sua importância, seja atleta ou não. Mas antes de explicar o porquê de dever treinar este grupo de músculos devemos perceber que músculos exatamente formam o CORE.Core

Basicamente CORE significa centro, o centro do nosso corpo, e este situa-se em toda a região central do corpo, sendo que os músculos que o constituem são:

-reto abdominal, obliquos interno e externo, transverso- Frente

– eretores da espinha e multifideos – Lombar

– Psoas ilíaco, reto femoral, pectínio e sartório- Anca (zona frontal)

– Glúteos (máximo, médio e mínimo) períforme, isquiotibiais- Anca (zona de trás)

– Adutores- Medial

Adutores

Portanto pela discrição dá para perceber que o trabalho de fortalecimento não é assim tão simples e os músculos que muitas vezes se pensa não são apenas os abdominais, como os tão famosos «crunches» são um exercício que não fortalece muito o seu core devido a ser limitado. Irei falar nos melhores exercícios para fortalecer o seu core mais à frente.

Importância dos músculos do CORE

Estes poderosos músculos são responsáveis pela extensão do tronco e dorso e quando contraídos estabilizam a coluna vertebral, a anca e a cintura escapular criando um ponto sólido de apoio a movimentos vigorosos e / ou precisos da extremidade. Estes músculos são responsáveis por manter o alinhamento e a estabilidade da anca e coluna vertebral nas mais diversas posturas, seja sentado, a caminhar, a correr ou a saltar. Além disso é também responsável pela produção de força e pela aceleração e desaceleração dos movimentos que envolvem o tronco.

Vantagens de um core bem desenvolvido /forte

Um core bem desenvolvido e forte , devido a uma boa estabilização, protege a coluna vertebral e evita lesões. No entanto, se pelo contrário esta zona estiver pouco fortalecida as hipóteses de vir a ter problemas como flacidez abdominal, dores lombares, hérnias discais entre outras , é bastante maior.

Como tal este tipo de treino é indicado em todas as faixas etárias independentemente do seu nível de condição física e a todos os grupos e principalmente pessoas com «vícios» posturais ou mecânicos como lordose, cifose ou escoliose, no entanto deve ser adaptado e deve ser acompanhado por um profissional de desporto. Neste grupo especial estão também grávidas e obesos.

Core desenvolvido

E no caso dos atletas?

No nosso caso, que sujeitamos o nosso corpo a outro desafios devemos ter ainda mais cuidado e atenção no treino Atletasdesta zona do corpo. Um core bem fortalecido está diretamente relacionado com um melhor rendimento desportivo. Movimentos como saltar, correr, chutar, etc, independentemente do desporto que praticar, estes desportos recrutam fibras musculares menores e mais profundas , a que chamamos músculos estabilizadores.

Músculos como transverso e multifídios profundos são alguns desses músculos, que se não estiverem bem fortalecidos podem comprometer o desempenho do atleta, pois não oferecem estabilidade e força ao movimento. Sem força no core o corpo é obrigado a criar outras alternativas, criando padrões inadequados de movimento, transferindo energia para outras regiões, como ombros, joelhos, pulsos, tornozelos, subrecarregando-os e podendo mesmo provocar lesões, se estas más posturas forem mantidas por algum tempo.

Exercícios que fortalecem melhor o core

Exercícios tradicionais como flexões do tronco não são de todo os mais eficazes , na minha opinião e podem mesmo a levar a lesoes na zona cervical devido aos erros tão comuns que se vêm em geral, mas mesmo que o exercício seja bem executado este também só trabalha os músculos superficiais da zona abdominal superior, sendo que devemos fortalecer mais a zona interna, aquela e nos vai proteger a coluna e a pélvis.

prancha

Exercícios de isometria como prancha frontal e lateral irão fortalecer esses ditos músculos profundos do core. Com este tipo de exercícios serão recrutados os músculos estabilizadores e estes podem ser progressivamente mais desafiantes com uso de plataformas instáveis como bosu, bola Suiça ou TRX. Devemos ter atenção às condicionantes de cada indivíduo e problemas posturais para haver uma progressão correcta e com mínimo risco de lesão.

prancha frontal

Para haver um equilíbrio muscular deve ser realizado um treino de região abdominal e de região dorsal e claro procure sempre um profissional de desporto que o possa ajudar e tenha atenção aos vídeos ou fotos que vê nas redes sociais , pois não sabe o treino e passado desportivo de cada indivíduo.

Estes músculos são responsáveis por manter o alinhamento e a estabilidade da anca e coluna vertebral nas mais diversas posturas

Raquel Madeira- Personal Trainer

[email protected]/ www.raquelpersonaltrainer.com

Bibliografia

https://niviajunqueira.wordpress.com

http://www.musculacaototal.com.br

loading...

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: