... ...

Conheça a Disciplina do Salto em Altura e as Suas Especificidades ao Pormenor!

O salto em altura quanto a mim, é uma das disciplinas do atletismo mais bonitas de se ver e de praticar. É uma disciplina das mais técnicas do atletismo à imagem de todas as disciplinas de saltos.

     Esta foi uma das disciplinas que mais evolui em termos de técnicas e métodos de treino. Nos primórdios da disciplina, a técnica de transposição da fasquia mais utilizada era e do rolamento ventral. Os atletas passavam a fasquia não de costas como acontece atualmente mas de frente, ultrapassavam a fasquia com o peito rolando o corpo sobre a fasquia. Por incrível que pareça esta técnica é pouco ortodoxa, mas mesmo assim conseguiam-se grandes resultados.

À medida que os anos foram avançando e as técnicas e métodos de treino foram evoluindo, esta técnica deixou e ser utilizada pela maioria dos atletas, e hoje em dia já não é utilizada por nenhum deles, todos treinam e competem utilizando a técnica de ultrapassar a fasquia de costas.

Aspetos técnicos

Em termos técnicos o salto em altura é muito diferente de todas as outras disciplinas de saltos. A corrida de balanço é feita em “J” e não é preciso um corredor em tartã, não é preciso os atletas se aproximarem da sua velocidade máxima para fazerem a chamada, as passadas são mais lentas e mais saltadas, sendo que as ultimas passadas devem ser muito rápidas para se conseguir uma maior impulsão.

Na chamada a impulsão é feita praticamente só para cima, ao contrário do salto em comprimento e triplo salto, em que o objetivo é fazer a chamada para cima e para a frente. Na transposição da fasquia, o atleta deve tentar arquear o seu corpo e fazer uma “ponte” sobre a mesma para não a derrubar.

Corrida de Balanço

Chamada e voo

Chamada

Queda

Queda

loading...

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: